Página Inicial
  • Login
  • Esqueci a Senha
  • Lista de Compras
  • Notícias
  • Humor
  • Cadastro



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

NETFLIX É ACUSADA DE PEDOFILIA POR FILME QUE SEXUALIZA CRIANÇAS

9/14/2020

Na última semana, as hashtags #CancelNetflix e #Pedoflix foram os assuntos mais comentados no Twitter. Diversos usuários da rede social utilizaram a plataforma para demonstrar indignação ao filme Lindinhas, que chegou recentemente ao catálogo do serviço de streaming e foi denunciado por sexualizar crianças de apenas 11 anos.

Assinantes da plataforma já não estavam felizes com o filme mesmo antes de seu lançamento. Lindinhas tinha sido exibido no Festival de Sundance este ano e agradado boa parte do público, o que fez a Netflix se interessar e adquirir os direitos do longa para distribui-lo em todo o mundo. Sendo assim, a empresa lançou outro pôster promocional do filme, que foi acusado de sexualizar as crianças na imagem. Após as críticas, o material foi tirado do ar, porém a situação piorou após a chegada do título à plataforma.

A trama gira em torno de Amy, uma garota de 11 anos, que "começa a se rebelar contra as tradições conservadoras de sua família quando fica fascinada por uma turma de dança de espírito livre", diz a sinopse oficial.

As críticas direcionadas à Netflix variam entre o filme ter classificação etária para usuários maiores de 16 anos, além do termo "conteúdo sexual" nas palavras-chave do título no catálogo. Para piorar, há uma cena em que uma dançarina (maior de idade) mostra o seio em um clipe que as meninas de 11 anos assistem no celular.

Além das hashtags nos trending topics, um abaixo-assinado foi criado no Change.org pedindo para que as pessoas cancelassem a assinatura da Netflix.

Após a divulgação do primeiro pôster, Maïmouna Doucouré revelou à mídia estrangeira que chegou a receber ameaças de morte por conta do filme. A cineasta assume a direção e o roteiro de Lindinhas. "Recebi inúmeros ataques de pessoas que não tinham assistido ao filme, que pensaram que eu estava realmente fazendo algo que normalizava a sexualização de crianças", declarou em entrevista ao Deadline.

O que a Netflix diz
Após o lançamento do título na plataforma na última quarta-feira (9) e os diversos comentários e pedidos de boicote nas redes sociais, a Netflix emitiu um pronunciamento à Variety pedindo para que as pessoas assistam ao filme. "Lindinhas é um comentário social contra a sexualização de crianças", declarou um porta-voz à revista norte-americana. "É um filme premiado e uma história poderosa sobre a pressão que as jovens enfrentam nas redes sociais e da sociedade em geral - e encorajamos qualquer pessoa que se preocupa com essas questões importantes a assistir ao filme."

Em um conteúdo publicado na página oficial do filme no streaming, a diretora Maïmouna Doucouré conta que o filme foi um projeto pessoal e que a inspiração para criar Amy, a personagem principal, veio de suas próprias experiências. "Nossas garotas veem que quanto mais uma mulher é sexualizada nas redes sociais, mais ela tem sucesso".

 

Fonte: CanalTech

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar