Página Inicial
  • Lista de Compras
  • Notícias
  • Humor
  • Cadastro


twitter

Facebook

  Notícia
|

 

AMD ESTÁ OTIMISTA E ACREDITA QUE MANTERÁ CRESCIMENTO EXPRESSIVO EM 2022

9/13/2021

A AMD vem conquistando maiores números no últimos anos e a empresa continua otimista em relação a esse crescimento continuo. Em participação no evento "Deutsche Bank Technology", Devinder Kumar, o CFO da AMD, contou sobre esse crescimento e apresentou alguns números.

A dona dos CPUs Ryzen e GPUs Radeon teve uma receita recorde no ano passado de US$ 9.76 bilhões. Já nesse ano, esse número foi ultrapassado em 60% com valores na casa dos US$ 15.5 bilhões. O mais curioso é que essa conquista foi durante a crise com a falta de suprimento para fabricação de seus hardwares.

 

A AMD acredita que conseguirá bater a meta para este ano e está confiante por conta da crescente demanda de hardware para servidores e HPC, além produtos premium. Nos dois primeiros trimestres deste ano, a empresa lucrou US$ 7.29 bilhões.

"Nós acreditamos que podemos continuar (a aumentar a receita), tanto com clientes no lado da demanda, quanto do lado de suprimento com nossos parceiros de fabricação e matéria-prima, além de ATMP (sigla para montagem, testes, marcações e empacotamento/embalagem)", disse Devinder Kumar.

Em relação a notebooks e servidores, a AMD teve um crescimento em unidades vendidas. Já os números de unidades sobre desktops caíram no segundo trimestre deste ano, uma vez que a empresa focou em soluções para servidores e mobile. "A primeira prioridade é, se fizemos um compromisso com nossos clientes, nós queremos ter certeza de que conseguiremos suprir a demanda deles", disse o CFO da AMD.

A AMD ganhou bastante espaço nos servidores e data centers com seus CPUs Epyc, especialmente os de segunda e terceira gerações. Fora esse mercado, a empresa fechou vários contratos com operadores de super computadores com seus processadores Epyc, como o Frontier da Oak Ridge National Laboratory e El Capitan do Lawrence Livermore National Laboratory, ambos nos EUA. O suprimento para esse seguimento não se resume nos processadores Epyc, mas conta, também, com as GPUs Instinct baseadas na microarquitetura CDNA.

Mostramos aqui uma loja nos Emirados Árabes recebendo uma grande quantia de placas de vídeo AMD, o que levantou uma indagação acerca da prioridade de vendas desse componente. Devinder Kumar negou qualquer indicação de que a AMD estivesse favorecendo lojistas mineradores e disse que essas placas são para gamers.

"Primeiramente, as criptos são insignificantes, isso não é prioridade para nós", disse o CFO da AMD. "Nós não priorizamos nossos produtos ou criamos eles para as criptos, elas são para os gamers e essa é nossa maior prioridade".

 

Fonte: Adrenaline

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar